A Saúde

By: John-Roger, DCE

September 20th, 2018

A Saúde

 
Artigo publicado no Nuevo Amanecer Ano 14 No. 40, 2006

Acredito que todos conhecemos a sensação de não nos sentirmos bem e de não ter energia para fazer as coisas que queremos. É uma bênção ter profissionais de saúde que nos ajudem a nos equilibrar fisicamente. Quando uma pessoa não se sente bem, eu a estimulo para que, primeiro, verifiquem fisicamente com a pessoas treinadas a ajudar o corpo físico (médicos, quiropráticos, massagistas, nutricionistas, etc). E claro, sempre é sua a escolha a decisão de por quem você gostaria de ser atendido, ou se fará isso.

Em todo o processo, lembre-se de se amar e amar tudo que acontecer. Ame aquelas partes do corpo que não estão tão saudáveis como você gostaria. Assim, quer a situação mude ou não, você ainda estará amando, e esse é um excelente estado de ser.

Pergunta: Como posso me proteger de um meio ambiente contaminado?

J-R: O melhor a fazer é manter uma consciência de Luz a todo momento, esse é o melhor filtro que existe. Coloque um escudo de Luz a seu redor e isso filtrará todos os elementos que lhe cheguem. Abençoe o que você comer ou beber, e coloque Luz aí. Sua melhor proteção é manter a Luz presente em todas as coisas. Quando estiver em sintonia com a Luz, poderá colocar Luz em tudo e ajudar a transmutar as coisas.

Pergunta: Tenho minha energia baixa ultimamente, alguma sugestão?

J-R: Se você pensa muito negativamente, é possível que seja isso o que você criará. Portanto, mantenha seus pensamento focados no positivo e sua energia fluindo para o alto. Talvez seja conveniente averiguar sua dieta (física, mental e emocional). Não apenas para averiguar o que você está comendo, mas também “o que está lhe comendo” . E claro, faça um check-up medico para que isso evidencie fatores físicos que poderiam estar contribuindo para que sinta sua energia baixa.

Pergunta: Existem pessoas no MSIA que são profissionais da saúde (ou se dedicam a numerologia, astrologia, ou leituras espirituais). Como essas pessoas estão no MSIA? O MSIA as avaliza?

J-R: Não, o MSIA não avaliza as atividades das pessoas do MSIA e nem as condena. As pessoas fazem o que elas fazem; é a vida delas.

Pergunta: Vou passar por anestesia geral antes de me operarem, tem alguma coisa que possa dizer a mim mesmo antes de adormecer?

J-R: Você poderia dizer: Aceito o Espirito do Amor em meu coração.

Pergunta: Como poderia a dieta afetar a espiritualidade?

J-R: No nível espiritual, importa muito pouco o que você come, quanto come, se você faz jejum, se apenas toma líquidos, ou se você faz qualquer outra variação da dieta. Esses são padrões físicos, que não determinam se você verá a face de Deus. Se uma dieta o faz se sentir melhor que outra, enquanto você viaja até Deus, então essa lhe serve e será essa que você deve seguir. Se logo depois perceber que isso já não lhe funciona, se começar a aparecer como um desvio, ou como uma rua sem saída, isso lhe informa que as coisas já não estão funcionando e que chegou a hora de mudar. Só você pode saber o que funciona para você, e o que não funciona. Permita que isso seja seu guia.

Pergunta: No que ajuda abençoar o alimento antes de comer?

J-R: Quando você está no espirito, abençoar, espiritualiza o alimento. O Espírito passa através de seus olhos, sua boca, suas mãos. Se você abençoa o alimento porque é isso que precisa fazer, poderia fazer circuitos com os dedos no ar, e não teria qualquer efeito, porque não estaria em Espírito. Sempre que estiver no Espírito, e você sabe porque a alegria está presente, e tem esse sentimento de estar com Deus, tudo que você tocar se torna espiritual, incluindo outras pessoas.

Pergunta: Qual sua opinião sobre o Jejum?

J-R: A decisão é sua, junto aos profissionais de saúde que te atendem: se você deve jejuar ou não, e se fizer isso, como seria a melhor forma de fazer. O que sei é que ao dormir, todos, em algum momento, viajamos dentro do Espírito, e obtemos a energia espiritual que trazemos de volta para o corpo. Assim que voltamos ao corpo pela manhã e podemos nos levantar. O alimento que comemos não tem os nutrientes suficientes para nos manter funcionando, mas o Espírito vem, incrementa e ativa os nutrientes, estejamos conscientes disso ou não. A bíblia comenta sobre pessoas que fizeram jejum por quarenta dias, como sobreviveram a isso? Sobreviveram do Espírito. Usamos o alimento espiritualizado para avançar espiritualmente.

Pergunta: Consumir drogas recreativas, tem algum efeito sobre a iniciação, o ministério da pessoa, ou sua conexão com o Viajante?

J-R: Consumir drogas recreativas, sim afeta o relacionamento com o Viajante, porque ele se retira para permitir que a pessoa viva a experiência que ela está escolhendo viver, assim como seus efeitos. Quando a pessoa para de consumir drogas recreativas, se produz uma maior abertura para que o Viajante esteja com essa pessoa, se for isso o que ela quer. Quando a pessoa faz uso de drogas recreativas, em geral a energia da iniciação e do ministério se interrompem ou diminuem e o tom iniciático enfraquece ou se torna inativo pelo consumo. Fazer exercícios espirituais com devoção é a forma de fortalecer ou voltar a ativar o tom iniciático, e claro é preciso parar de consumir drogas recreativas. Também poderia ser muito útil fazer um equilíbrio de aura, porque a energia das drogas podem ficar na aura, mesmo depois que a pessoa deixou de usá-las.

Pergunta: Estive perto de uma pessoa que fumava maconha. Isso me afeta?

J-R: A informação sobre “fumadores passivos” se aplica tanto ao tabaco , quanto a maconha. Eu não estaria em lugares onde poderia chegar a inalar a fumaça da maconha passivamente.

Pergunta: Posso agarrar negatividade por estar em uma casa onde se consume drogas?

J-R: Nesse caso a negatividade poderia lhe agarrar, mas nem sempre é assim. As entidades negativas podem circular onde se usam drogas, porque essa energia é bem-vinda à eles.

Pergunta: Como posso fazer para visitar um amigo que usa maconha e não agarrar negatividade?

J-R: Você pode usar a Luz para se proteger. Se fosse eu seria seletivo e usaria meu discernimento para saber quando visitaria essa pessoa; se é que vou visitá-la.

Pergunta: Meu médico me receitou um tranquilizante mas tenho medo de tomar, por conta do que você disse sobre o uso de drogas.

J-R: Tomar um medicamento receitado por um médico é diferente de usar drogas recreativas. Um medicamento receitado, poderá interferir na sua consciência com respeito ao que estiver acontecendo nos níveis espirituais mas não atrapalha o trabalho que o Viajante estiver fazendo contigo, isso continua. Mas um iniciado que usa drogas recreativas poderia perceber que seu tom se enfraquece ou se torna inativo. (Desde que o livro do cumprindo com a Promessa Espiritual foi publicado, John-Roger compartilhou sobre o uso e a venda de maconha legalizada: Não está espiritualmente claro usar ou vender maconha. Como sempre, as pessoas tem a liberdade de fazer o que escolham e também assumir as consequências de todas as suas decisões. No MSIA, os alento a escolher sabiamente).

Pergunta: Nos últimos tempos me enfoquei em ter uma dieta mais equilibrada e a aprender sobre a causa física dos vícios como álcool, açúcar e cafeína. Os vícios por essas coisas podem afetar a consciência sobre a divindade?

J-R: Alguns vícios (como o açúcar e a cafeína) por suposto, tem um componente físico, e suas qualidades viciantes se conectam mais com as áreas psicológicas. A culpa e o julgamento sobre isso afetariam mais a consciência da divindade da pessoa que o vicio ou a substância em si mesma. Já outros vícios como o álcool e as drogas, tem efeitos diferentes e podem afetar a consciência da Divindade da pessoa.

Pergunta: Venho trabalhando para me curar e me amar, mas em vez de melhorar, fiquei doente e agora tenho uma enfermidade no coração. Estou tratando com um médico, e gostaria que você soubesse para que me enviasse a Luz. Isso me dá vergonha de contar, porque deveria saber o que fazer. Você nos ensinou tanto que somos criadores, e eu criei essa negatividade em meu corpo, como se não tivesse sido um bom estudante. Por favor, me ajude a entender essa enfermidade, porque ela surgiu, as lições que ela contém e como usar isso para retornar ao coração de Deus contigo.

J-R: As enfermidade no corpo podem corresponder a vida atual ou a existências passadas. Existem muitos fatores envolvidos. Geralmente, não é tão importante se perguntar porque está se manifestando uma enfermidade, como “estar presente com ela”. Isso significa que a observe sem julgar. Claro que o melhor é não ficar doente, mas julgar a doença ou a si mesmo, não ajuda. Em geral, uma enfermidade realça áreas de julgamento às vezes centenas de vezes ao dia. É muito fácil se deixar prender por esses pensamentos, mas esses são os melhores momentos, para se perdoar e se amar. Se puder considerar essa doença como uma oportunidade de amar ainda mais, estará direcionando seu enfoque para o positivo. E claro, continue averiguando tudo com os médicos e todos os outros profissionais da saúde. Cuidar-se é amar-se. Você libera o fluxo descendente e o eleva uma vez mais. Experimenta a devoção por si mesmo, o que te permite se cuidar. A água viva é a Alma. O alimento vivo é a Alma. A respiração viva é a Alma. Deus vive dentro de você, como você, e seu corpo é o templo onde habita a magnificência de Deus.

Pedras Preciosas sobre a Saúde

O mundo inteiro se reduz a apenas uma palavra: energia, e ela pode ser usada a favor ou contra você mesmo.

Cuide-se muito bem; essa é outra maneira de amar a si mesmo. Alimente-se de boa comida. Faça exercício físico. Faça tudo que possa lhe manter com boa saúde. Eleve a perspectiva de sua escolhas e de suas atividades físicas, para que as veja como oportunidade de se amar mais plenamente.

Você pode pegar o tom sagrado e canalizá-lo através de seu corpo, mas especificamente através da corrente sanguínea, nas terminações nervosas, nos músculos, nos órgãos etc. Você pode observar o corpo e os sistemas do corpo ao viajar com seu tom, e observar tudo que precisa de cura, equilibrar isso, usando o tom para modificar as energias e produzir equilíbrio e cura a medida que for se movendo.

Ao comer em excesso, obtém mais energia dos níveis inferiores da vida. Isso se mistura com a energia espiritual, mas em verdade elas são incompatíveis. Não existe uma forma de expressar essa mistura porque se estabelece certa inatividade ou inercia ao se comer em excesso e não fazer nada, isso poderia lhe tornar lento e leva-lo a um estado de esgotamento mental.

É lindo quando uma família se toma das mãos ao se reunir para comer e entoam em silêncio ou em voz alta. O alimento se torna tão puro que quase se eleva da mesa.

Se você é magro e tiver medo de engordar, você não é livre. Você é um escravo de seus padrões de comida e essa te controla. Você e livre com relação a comida, quando você conhece a dinâmica de sua atitude com relação a comida, seus hábitos e o quanto você come. Você avalia isso tudo, demonstra que pode comer para manter o corpo físico, em vez de buscar o prazer sensual. Você é livre. Você pode se levantar e se afastar da mesa no momento que escolher. Você não é controlado pela comida ou por sua atividade para com ela.

É difícil entender porque alguém queira se envolver em imagens falsas, como as drogas, se ao se sintonizar com o ser verdadeiro, pode existir tanto êxtase.

Añade tu voz

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.